Ex-secretário de trânsito que teve CNH suspensa é nomeado no Detran


Marcelo Araújo foi exonerado do cargo de secretário de trânsito de Curitiba.
Ele vai integrar Junta que analisa recursos de infrações no órgão.

O ex-secretário de Trânsito de Curitiba, Marcelo Araújo, que foi exonerado após ter a carteira de habilitação suspensa

Marcelo Araújo foi secretário de trânsito de Curitiba (Foto: Divulgação/ Prefeitura de Curiitba)

Marcelo Araújo foi secretário de trânsito de Curitiba
(Foto: Divulgação/ Prefeitura de Curiitba)

por excesso de pontos, foi nomeado pelo governador do ParanáBeto Richa (PSDB), para integrar a sexta Junta Administrativa de Recurso de Infrações (Jari VI), do Departamento de Trânsito do estado (Detran-PR). A nomeação foi publicada no Diário Oficial de 26 de setembro.

Araújo foi o primeiro secretário da Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba, criada em novembro de 2011. Em julho de 2012, o então secretário pediu licença do cargo para fazer o curso de reciclagem de condutores, já que possuía 22 pontos na carteira de habilitação – dois a mais do que o permitido pela legislação brasileira. Logo em seguida, ele foi exonerado da pasta.

Agora, como integrante da Jari VI, Araújo terá a função de julgar os recursos apresentados pelos motoristas contra multas e infrações de trânsito. A junta é composta por um colegiado e representa a primeira instância dos processos relacionados ao trânsito. O parecer, de acordo com a lei, precisa ser emitido em 30 dias.

Em entrevista ao G1, Araújo disse que não vê problemas na nomeação. Pelo contrário, crê que a experiência pessoal pode auxiliar no trabalho que irá executar no Detran. “Valeu muito a pena para eu conhecer o curso de reciclagem. A pessoa passa a conhecer e falar melhor sobre o assunto quando enfrenta um problema”, disse Araújo, que lembra que diante da polêmica, na época, desistiu dos recursos e fez o curso de reciclagem espontaneamente.

Ele afirmou ainda não tem nenhum motivo para negar o passado, já que a própria carreira dele como advogado especialista em trânsito teve início com uma multa que levou ainda durante os estudos. “Essa multa me levou estudar o Código de Trânsito (para recorrer), e depois dessa multa houve a troca de todas as placas de trânsito do Estacionamento Regulamentado. Ainda bem que eu não precisei matar ninguém para virar um grande criminalista”, brincou.

Do ponto de vista da lei, ele sustenta ainda que não há nenhuma restrição ao exercício de nenhum cargo, já que os prazos legais foram superados desde o término da suspensão do direito de dirigir, em agosto de 2012. “Eu poderia ser motorista, instrutor de autoescola, qualquer coisa relacionada com trânsito”, concluiu.

Inicialmente, o Detran havia informado, via assessoria de imprensa, que não iria se manifestar. Mais tarde encaminhou uma nota afirmando que Araújo está apto para assumir o cargo, uma vez que cumpriu o período de suspensão da carteira de habilitação e realizou o curso de reciclagem.

“Os requisitos para ser conselheiro da JARI são não ter suspensão vigente ou nos últimos 12 meses, ter o segundo grau completo e conhecimento em trânsito e ser nomeado por um dos três grupos que compõem a JARI: representantes da sociedade enquanto entidades de trânsito, representantes do Detran e representantes de notório saber”.

Além disso, o Detran destacou que o ex-secretário foi indicado pelo Sindicato das Locadoras de Veículos do Paraná (Sindiloc).

Anúncios

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s