Policiais rasgam o estatuto da criança e do adolescente e criam suas proprias regras.


Abuso de Autoridades, Covardes e Incompetentes é o que foi proferido contra os policiais que.

Abuso de Autoridades

Abuso de Autoridades, Covardes e Incompetentes é o que foi proferido contra os policiais

Na tarde desse sábado durante o evento da Corrente Cultural de Curitiba, segundo os presentes um policial da rotam do 12º batalhão da PM agiu de truculência e abuso de autoridade contra um adolescente de 14 anos que estava na calçada da Rua Ermelino de Leão, próximo à boca maldita no centro de Curitiba.

Renato de Almeida Freitas, que e advogado e trabalha na Defensoria Publica do Estado do Paraná presenciou o acontecido e relatou a nossa equipe de que o policial agiu com o abuso de autoridade, já que o adolescente simplesmente esbarrou no policial que no local apertado deu uma ombrada no adolescente que estava caminhando pela calçada, e que na sequencia o policial disse ao adolescente que ele saísse da frente chamando-o de “merda, merdinha” ao ser questionado o porquê de ser chamado dessa forma, que ele “o policial não precisava daquilo” o policial revidou dando uma cabeçada no nariz do adolescente, como briga de bar, que começou a sangrar e ficou apavorado, que em seguida foi preso, algemado e colocando no camburão, desrespeitando o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Já para advogada Jaqueline que também presenciou o caso, inclusive foi questionada pelo policial sobre seu doutorado, ela relatou que tinha no local uns 30 ou 40 policiais fortemente armados, inclusive de fuzis, para o atendimento da suposta ocorrência, e os chamou de arrogantes, e, que não e fácil de conversar com esses policiais quando em uma situação assim.

No mesmo instante os manifestantes e os próprios advogados já começaram uma manifestação que ira para a internet e redes sociais, contra os abusos de autoridades de policiais, encabeçada pelo Dr. Renato de Almeida Freitas.

Quem ve cara não imagina quem seja para os manifestantes que classificaram a abordagem como racista já que o Dr. Renato é negro e estava no evento de camisetas regata e portando uma mochila nas costas.

Em seguida a equipe da Rotam teve que sair do local sob vaias dos presentes e sendo chamados de incompetentes

Vídeo a seguir:

Anúncios

12 comentários sobre “Policiais rasgam o estatuto da criança e do adolescente e criam suas proprias regras.

  1. Eu compareci no evento de domingo para o show do criolo, só o que vi foram os mlks invadindo um tipo de palco e subindo nas bancas, mesmo sendo avisados para não subirem nas bancas pois poderia vir a quebrar, não houve manifestação da policia sobre isso, apenas os seguranças do evento foram e pediram pacificamente para que essas pessoas descessem, só vi uns 5 policiais da rotam andando pela multidão tranquilamente, várias pessoas usando drogas em plena XV e não foram abordadas, e até achei que isso foi uma coisa boa, pois todos que foram curtiram do jeito que queriam, sem brigas, sem tumulto, sem encheção de saco, só foi.

  2. “Policiais rasgam o estatuto da criança e do adolescente e criam suas proprias regras.” E a população não cria suas próprias regras??? Todo santo dia RASGAM a constituição de seu país. Não respeitam as autoridades, só sabem exigir seus direitos e esquecem que tem deveres… Minha avó (que não era brasileira) me ensinou várias coisas, porém, duas fundamentais: A primeira é que policiais devem ser respeitados, e a segunda é que antes de querer exigir direitos, devemos cumprir com nossos deveres. Não deve ser fácil ser Policial… é uma profissão que você é reconhecido somente pelos seus erros, e seus acertos é somente sua obrigação, e ainda, tem esse problema cultural do brasileiro que é incapaz de abrir mão de parte de sua liberdade para o bem de todos.
    O que é engraçado, que as técnicas policiais são estudadas e evoluem ano após ano, e tudo isso para um zé ninguem, só por que tem uma Carteirinha Rosa, poder criticar e avaliar que o policial é despreparado e suas técnicas estão erradas, nesse vídeo não vi nenhum tipo de abuso por parte da Polícia, não estou dizendo que não houve, mas não identifiquei no vídeo, e na matéria temos apenas relatos de pessoas que “presenciaram o fato”… O que vi nesse vídeo foi uma população desacatando autoridades cuja profissão é crucial para a nossa liberdade, portanto, temos que avaliar quem são nossos amigos? Na hora que o bandido encostar a arma na cara das nossas esposas, quem queremos que esteja por perto???
    Para a imprensa e a população, criticar a polícia, levantar o dedo do meio, xingar os policiais é bem fácil, criticar seus métodos, se achar qualificado para discutir técnicas de abordagem e etc… Quero ver o Sr. Autor dessa matéria ridícula, sair pela manhã se despedindo de seus filhos e esposas sem saber se à tarde vai voltar para vê-los novamente, quero ver esses “cidadãos” sentarem em uma viatura e ficarem 12, 14, 16 ou até mesmo 24 horas trabalhando, cara a cara com a bandidagem, quero ver a galerinha da “Carteirinha Rosa” trabalhar 15 dias sem ter um dia de folga se quer…. Então, quem está despreparado? O Policial ou a População??? Eis a questão que fica para refletirmos…

  3. vocês todos que criticam as ações policias, que nunca estão satisfeitos e acham que não somos bem treinado. fiquem uma semana trabalhando em uma viatura policial, para ver o tipo de tratamento que se da em cada uma das infinitas situações. se não estão contentes com a forma de segurança prestada façam pedidos aos governantes que em manifestações, eventos como esse não se faça presente a policia, gostaria muito de ver os resultados sem a presença policial, não se esqueçam que essa situação foi filmada por outras pessoas também, e que já estão na internet, em outros vídeos pode-se ver perfeitamente que o adolescente não foi agredido com cabeçada e tão pouco algemado como foi dito, foi usado força proporcional a do adolescente parar que o mesmo fosse retirado do local da ocorrência evitando assim, que os policiais e o patrimônio fossem feridos ou danificados. eu não estava no dia, porem sou policial militar também, não se esquecem, o mesmo imposto que todos dizem pagar para ter segurança, saúde e educação nos também o pagamos, não temos o salario justo se for comparar com o risco que corremos mas todos os meses nosso imposto já vem descontado em nossos salários, tenho certeza que todo mundo que fala que paga em posto da um jeitinho de sonegar aqui ou ali. converse com a família de um policial militar, sobre como ele se sente trabalhando com toda essa pressão, sem apoio da população, dos governantes, como pais, mães , esposas e filhos se sentem quando um policial militar sai de casa pra trabalhar. nos escolhemos desempenhar este papel, não podemos reclamar pq ninguém foi ate nossas residências nos buscar pelas mãos e nos levou ate a escola de formação. escolhemos porque temos amor por nosso pais e nosso estado o qual literalmente lutamos para proteger nossas famílias e as suas. essa semana um policial militar amigo meu, com filho esposa os abandonou, decidiu que o lado de lá seria melhor e mais fácil e por fim o fez, já não esta mais conosco e não vejo ninguém se preocupar com isso, claro, morre, se suicida, ou seja lá o que for tem outro já pra ocupar o lugar, não somos robôs, somos seres humanos tb, como um escolhe ser advogado, outro, medico, eu tive outra profissão anteriormente, tenho 3 grau porem escolhi ser policial militar.
    pensem bem, o que esta sendo dito sobre os policiais que estavam nesta situação também e um crime mas todos tem o direito e o dever de fazer valer seus direitos por isso existem caminhos pra isso… calunia, difamação e falsa comunicação de crime são puníveis, tanto na esfera criminal como na cível tb.
    devemos nos unir, somos todos cidadãos, a policia não tem mais força, os marginais perderam o respeito pelo profissional de segurança, não tem mais medo de nada e nada a perder, as leis são falhas e fracas, ninguém mais fica na cadeia hoje em dia, vai chegar um tempo onde o policial militar vai estar com as mãos amarradas sem poder fazer nada e sendo morto por bandidos a qualquer tempo. deus queira que ninguém precise nunca ter uma viatura policial na sua casa, na sua residência, que o mau passe longe de mim e de todos vocês mas podem ter certeza se um dia for preciso, serão muito bem atendidos e orientados, o sistema e falho, não temos condições ideais de trabalho, falta efetivo, viaturas, etc. mas se colocamos uma farda e porque queremos um futuro melhor pra nossas famílias e pra todas as outras.

  4. Engraçado que quando a “criança” de 14 anos rouba e mata uma pessoa de bem ai vem pessoas querendo que mudem o estatuto, que abaixem a idade do ECA.

    Não estava lá, não presenciei, não vou julgar a ação dos policiais, só quem estava lá para saber!

    • Não interessa se é menor, criança, branco, negro, idoso, marciano…se está em via pública, e não cometeu nenhum tipo de crime, não existe motivo para prisão ou mesmo abordagem, ainda mais violenta dessa forma. Sua opinião denota a extrema cegueira que o discurso de direita/coxinha causa em quem o assume. Antes de querer mudar o ECA, aprenda a interpretar um texto e a situação referente ao mesmo.

  5. O pior de tudo é saber que poucos agentes de segurança puplica agem da forma que esse policiais agiram e os verdadeiros policiais que atual com dignidade em a imagem manchada por açoes assim. O que me deixa feliz é saber que existe muitas pessoas que não se entregam , que lutam e que buscam fazer a diferença. Nao vamos nos calar,Parabéns a esse veiculo de comunicação que mostrou que a função da impressa é informar e lutar contra o mal

  6. são pagos por nós pra garantir a segurança,mas acabam por cometer erros inadmissíveis como abuso de autoridade,como se não bastasse não respeitam o estatuto da criança e do adolescente?são mesmo uns covardes bando de incompetentes sim com certeza,não podemo dizer que temos segurança em nosso estado,se temos quem garante isso?

      • Novamente um discurso patético e sem fundamentos da direita. Veja o porque:
        01.) É extremamente fácil compreender os direitos que nos cabem, seja pelos direitos humanos, ECA, direitos civis ou o que for!
        02.) É preciso formação no ensino MÉDIO para atuar como policial, o que compreende que muitas pessoas no brasil encaixam-se podem conhecer o mínimo dos seus direitos e EXIGI-LOS.
        03.) Se eu, parente meu ou amigo meu fosse sofrer de algum descuido dentro das estruturas de um hospital eu iria atrás de justiça de forma semelhante!

        Caso a vossa senhoria não compreenda isso esta apenas somando com uma comunidade incompetente de causar uma mudança favorável para a sociedade em que vivemos, independente da região que residimos!

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s